Programação do Encontro de Comemoração de 10 anos da AMAU





Data: 29 e 30/11/14
Local: Recanto Santo Agostinho – Rua Diamantes, 400 - Mário Campos/MG

Programação:

Dia 29, sábado, manhã


9 às 10h – Acolhida, credenciamento e café

10 às 11hAbertura do encontro

- Abertura do encontro: fala de abertura e boas vindas.
- Mística: Dinâmica sobre as memórias da AMAU nestes 10 anos de história. Com isso será construído um varal contendo a linha histórica da AMAU.
- Apresentação dos participantes
- Contextualização: Apresentação da programação e contextualização do encontro.

11 às 12:30h Contextualização e análise sobre a agricultura na RMBH

Em 40’ – Palestra da Profª. Drª. Heloisa Soares de Moura Costa - IGC/UFMG, que abordará uma contextualização geral / análise de conjuntura sobre a agricultura nessa região, tentando explorar os seguintes aspectos e questões:
- Pontuar/esclarecer questões que são usualmente pouco compreendidas em relação ao "urbano"  (exs.: ideia da centralidade urbana para contrapor a visão negativa das cidades; diferença entre perímetro urbano e mancha urbana; diferentes agentes que atuam na produção do espaço urbano; possibilidades e limites do planejamento urbano X "culpa" da falta de planejamento; etc)
- Contextualizar a dinâmica territorial da RMBH (exs.: quais são os municípios que fazem parte da RMBH; principais conflitos no uso do solo; principais diferenças entre os "vetores" de expansão metropolitana; importância de se garantir a presença da agricultura e das “ruralidades” nesse território;  etc)
- Dar exemplos da heterogeneidade atual e da potencialidade futura da agricultura na RMBH, a partir dos dados da caracterização do AUÊ! e do Macrozoneamento (diferentes "tipos" de agricultura; pluralidade de sujeitos; principais diferenças e conflitos por "vetor"; convergências com outras "agendas" da RMBH; potencialidades e limites da agricultura agroecológica na RMBH; etc)


12:30 às 14h -  Almoço


Dia 29, sábado, tarde

14 às 16:30h - Mesa de debates “Desafios e Perspectivas para a Agreocologia na Região Metropolitana de Belo Horizonte

Composição da mesa: Subsecretaria de Agricultura Familiar e Regularização Fundiária – SEAPA/SARF (Sr. Edmar Guariento Gadelha), EMATER (Sr. Wagner Santos Fani), MST, Brigadas Populares, Rede de Intercâmbio de Tecnologias Alternativas (REDE).
- Qual a estratégia, plano de ação e enfoques para a RMBH nos próximos 3 anos?
- Quais os principais desafios e potencialidades identificam na região para a promoção da agroecologia?
- Com quais espaços de diálogo, articulação e incidência essas organizações interagem, em torno da temática na RMBH?
- Quais as estratégias adotadas ou propostas para interação da agricultura familiar e urbana na região?

16:30 às 17h – Lanche

17 às 19h – Vivências Agroecológicas

19 às 20h – Tempo livre

20h – Jantar e cultural


Dia 30, domingo, manhã

8h – Café da Manha

9h às 12h – Avaliação, novos rumos e planejamento – Trabalhos em grupos e planária

- Importância da AMAU para você e para RMBH desde sua criação?
- Novos rumos para a AMAU nos próximos anos?
- Qual o papel/caminho da AMAU para promoção da agroecologia urbana e da agricultura familiar na RMBH?


12 às 13h – Almoço

13 às 14h - Feira de trocas

14 às 15h – Avaliação e mística de encerramento


BOLETIM INFORMATIVO 27



BOLETIM INFORMATIVO 26




BOLETIM INFORMATIVO 25



MG: lançamento do Plano Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável da Agricultura Familiar


O governo de Minas e a Assembleia Legislativa lançam nesta sexta-feira (07), no Plenário Juscelino Kubitscheck (Almg), o Plano Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável da Agricultura Familiar.

O Plano Estadual estabelece as prioridades, estratégias e desafios para uma intervenção efetiva e eficaz do poder público para este setor, a médio e longo prazos.

O documento é resultado de uma construção coletiva, após a realização de conferências intermunicipais e territoriais em várias regiões do Estado, com a participação do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (Cedraf-MG), da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e de diversos órgãos, instituições públicas e entidades representativas da Agricultura Familiar.


SERVIÇO

Evento
: Lançamento do Plano Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável da Agricultura Familiar
Data: 07 de novembro (sexta-feira)
Horário: 8:30 h
Local: Assembleia Legislativa – Plenário Juscelino Kubitschek
           Rua Rodrigues Caldas, 30 – Santo Agostinho / Belo Horizonte - MG

Fonte: Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa/MG)

BOLETIM INFORMATIVO 24




28º Prêmio Jovem Cientista elegem segurança alimentar e nutricional como tema




Até o dia 19 de dezembro, estão abertas as inscrições para a 28ª edição do Prêmio Jovem Cientista. Desta vez, o tema será a segurança alimentar e nutricional. O prêmio é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).
Ele tem como objetivo estimular estudos científicos que propiciem avanços na promoção da saúde, qualidade de vida e cidadania, bem como o desenvolvimento de tecnologias agrícolas e industriais. Serão distribuídos prêmios em quatro categorias: Mestre e Doutor, Estudante do Ensino Superior, Estudante do Ensino Médio e Mérito Institucional.
São 16 linhas de pesquisas a serem escolhidas pelos candidatos, entre elas a produção sustentável de alimentos; a agricultura familiar para a segurança alimentar e nutricional regional e territorial; o desenvolvimento rural e sustentabilidade ambiental, os limites da segurança alimentar no campo e o acesso a alimentos saudáveis para todos. 
São mais de R$ 800 mil em prêmios - em dinheiro, laptops e bolsas de estudos. Mias informações: www.jovemcientista.cnpq.br


IHU LANÇA CADERNO DO SIMPÓSIO “NO CONTEXTO DOS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO DO MILÊNIO”



Já está disponível no site do Instituto Humanitas Unisinos, o Caderno IHU em formação 47ª edição - Alimento e Nutrição no Contexto dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Este caderno reúne entrevistas, notícias e artigos realizados a partir da realização e dos debates propostos no 15º Simpósio Internacional IHU – No Contexto dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio - que foi realizado de 5 a 8 de maio, em São Leopoldo (RS).
A partir de apresentações de realidades regionais do território brasileiro propôs-se contextualizar os Objetivos do Milênio (ODMs), que foram estabelecidos por líderes mundiais no ano de 2000, buscando reduzir a pobreza extrema e a fome, garantir o acesso aos cuidados de saúde universais e educação, igualdade de gênero, reduzir a mortalidade materna e a infantil, garantir a sustentabilidade ambiental, e estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento, estabelecendo o cumprimento desses objetivos até o final do ano de 2015.
A edição conta ainda com uma entrevista do presidente do CONSEA-MG, Dom Mauro Morelli, que comentou sobre o mapa da fome no Brasil e sobre as políticas públicas comprometidas com a situação. Confira a íntegra da entrevista na página 120.  

Assembleia recebe contribuições online sobre revisão do PPAG



Começam no dia 4 de novembro as audiências de revisão do Plano Plurianual de Ação Governamental para o exercício de 2015, promovidas pelas comissões permanentes da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). E além da presença nas reuniões, este ano a participação do cidadão sobre o planejamento dos investimentos do Estado foi ampliada por meio do Portal da ALMG. Até o dia 9 de novembro serão recebidas contribuições por esse canal online de comunicação. 

O PPAG mostra como o Governo do Estado vai distribuir o dinheiro público no período de quatro anos, com metas de investimentos e obras por áreas específicas e regiões. Essa proposta de revisão ao plano é debatida anualmente com deputados e a sociedade civil, que podem apresentar sugestões para aprimorá-lo. As sugestões populares são analisadas pelos parlamentares e podem virar emendas ao projeto de lei de revisão do PPAG e também ao projeto do Orçamento do Estado – em relação ao exercício de 2015, os PLs 5.496/14 e 5.497/14, respectivamente, ambos em tramitação na Assembleia.

As sugestões online para a revisão do PPAG, apresentadas por qualquer cidadão, podem mudar qualquer atributo dos programas ou ações do plano (finalidade, objetivo, metas de entrega de bens e serviços e destinação de recursos). Dessa forma, o cidadão pode contribuir nas Redes de Desenvolvimento e nos programas especiais: Atenção em Saúde; Ciência, Tecnologia e Inovação; Cidades; Defesa e Segurança; Desenvolvimento Econômico e Sustentável; Desenvolvimento Social e Proteção; Desenvolvimento Rural; Educação e Desenvolvimento Humano; Governo Integrado, Eficiente e Eficaz; Identidade Mineira; Infraestrutura; e Programas Especiais.

As 11 audiências de revisão do PPAG serão realizadas, na ALMG, até o dia 7 de novembro. Confira a programação completa

Fonte: ALMG